quinta-feira, 21 de janeiro de 2010

Nossa solidariedade e nossa homenagem

Nonato Cruz , jornalista, agitador, esquerda a vida toda. Um cara simpático e gente boa pra caramba, que não conhecemos. Pai de um cara bacana, simpático, de esquerda, jornalista e modelo para muitos que se iniciam na difícil arte de ser jornalista. Olímpio falava sempre do pai. Com carinho e admiração. Foi nosso professor - dos mais queridos no IESB.
Ontem, dia 20, Nonato se foi, vítima de um acidente vascular cerebral. Olímpio postou no blog um depoimento belo e emocionado, do qual transcrevemos o trecho final:


“Nessa hora de dor, é difícil não lembrar de versos. Eu resolvi recorrer a Wystan Hugh Auden, poeta inglês morto em 1973, cujos versos deste “Funeral Blues” sempre me comoveram. Tenho certeza que meu pai gostaria de que eu colocasse aqui o poema “Imagem da Saudade”, de meu avô. Enquanto não recupero o livro com esse belo soneto do meu querido poeta Olímpio, deixo a verve inglesa falar por mim…”.
Querido Olímpio, nossas homenagens, nossa solidariedade.

Sidnei (Hercules) e Leila




Blues Fúnebre, W.H. Auden
Parem todos os relógios, desliguem o telefone
Evitem o latido do cachorro com um osso suculento
Silenciem os pianos e com tambores lentos
Tragam o caixão, deixem que o luto chore.
Deixem que os aviões voem em círculos altos
Riscando no céu a mensagem: Ele Está Morto.
Ponham gravatas beges no pescoço dos pombos brancos do chão.
Deixem que os guardas de trânsito usem luvas pretas de algodão.
Ele era meu Norte, meu Sul, meu Leste e Oeste,
Minha semana útil e meu domingo inerte,
Meu meio-dia, minha meia-noite, minha canção, meu papo,
Achei que o amor fosse para sempre: eu estava errado.
As estrelas não são necessárias: retirem cada uma delas,
Empacotem a lua e façam o sol desmanchar;
Esvaziem o oceano e varram as florestas;
Pois agora nada mais de bom nos resta.
.

Um comentário:

olicruz disse...

Leila e Sidney,
Muito obrigado pelo carinho.
Sempre penso em vocês.
Valeu demais pela força e as palavras de conforto.
Beijo grande em vocês.

BRASIL NUNCA MAIS

BRASIL NUNCA MAIS
clique para baixar. Íntegra ou tomos